Sunday, January 10, 2016

A insustentável leveza do ser...


 
 
Li o livro de Milan Kundera, que ainda guardo com carinho, por volta dos meus trinta anitos. Recordo que me apaixonei, incondicionalmente, pela narrativa daquela história onde me emocionei com os amores e desamores das quatro personagens centrais da história, vivida em tempos de guerra.

Vi o filme, uns anos mais tarde, no final dos anos oitenta e foi aí, pela primeira vez que, também, me apaixonei por Daniel Day-Lewis e por Juliette Binoche…

Hoje, nem sei bem porquê, vieram-me à cabeça estas lembranças, talvez porque recentemente tenho estado próxima de histórias de amores e desamores que me chocam, muito pelo seu lado obscuro, não refletido, pouco ternurento e, sobretudo, frágil e escasso de frontalidade e de verdade.  Manias minhas…

E um dia destes, quando me der na gana escrever sobre o verdadeiro Amor, vai ser sobre aquele dos contos de fadas, onde a mentira é uma palavra que não existe, a traição é pecado mortal e o respeito pelo outro, é o bem mais precioso do Mundo!

Se calhar, é a minha eterna costela lamechas…

Nada há a fazer! 

Beijos,
da Princesa! (eterna sSnhadora…)

 

4 comments:

Crisálida said...

Pois é Isabelinha também eu comecei por ler o livro, também por volta dos trinta anitos, também eu vi o filme (que se tornou para mim um dos "filmes da minha vida", também eu me apaixonei pelos atores, sobretudo do Daniel Day-Lewis. Persegui durante anos um filme dele, ao qual finalmente consegui deitar mão "O meu pé esquerdo", onde ele bem mostra de que fibras é feito um actor a sério. Sobre os amores e desamores...devemos estar mesmo a ficar cotas!

Manuela Campos said...

Tambem sou assim, um pouco lamechas, e acredito no amor verdadeiro, só falta encontra-lo.
Beijo para a princesa.

Princesa Isabel said...

Dizem que nunca é tarde Manuela!!!! Beijinho para ti! :*

Princesa Isabel said...

Ceuzinha!!! Yes!!! 'O Meu pé Esquerdo' (1989) e 'Em Nome do Pai' (1993) são duas preciosidades de Daniel Day-Lewis. <3
De Juliette Binoche ficaram-me no coração 'Tres Cores: Azul, Vermelho, Branco'(1993-1994) e o mágico 'Chocolate'(2000).
Simplesmente, lindos!!!